Acessibilidade logo

Acessibilidade

bat-papo

Fale com a Prefeitura

  • *Campos obrigatórios
  • Ao iniciar um contato, você concorda com a Política de privacidade

  • ...Ou se preferir

  • Ligue para nós

    (77) 3455-1412

  • Ou seja atendido presencialmente

    Segunda a sexta-feira, das 08:00 às 12:00 e das 14:00 às 17:00 horas.

    Rua Rui Barbosa, 26 - Centro - Caculé - Ba

  • Outros meios de contato

Em conformidade com:

Secretaria de Saúde
TESTES RÁPIDOS E DISTRIBUIÇÃO DE PRESERVATIVOS MARCAM A CAMPANHA ‘DEZEMBRO VERMELHO’
23/12/2021

Apenas uma picadinha rápida e quase indolor, submetendo a amostra de sangue a um reagente, é capaz de detectar, ou não, a presença do vírus HIV. O Teste Rápido (TR), apresenta o diagnóstico em menos de meia hora e a sua realização está sendo intensificada neste mês em todas as unidades de saúde da família. Na última segunda-feira (20/12), foram realizados 157 testes rápidos, orientações e distribuições de mais de 400 preservativos masculinos e femininos em todas as USFs do município.

 

Atualmente, 11 pessoas estão em tratamento contra a doença em Caculé, no Centro de Testagem e Aconselhamento - Guanambi, onde foram encaminhados neste mês, 02 usuários para realização de testes confirmatório e carga viral para o HIV - Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), após detecção em TRs. De acordo com a enfermeira coordenadora da VIEP, Liliane Malheiros, o Dezembro Vermelho é o momento oportuno para promover o diagnóstico.

 

Liliane sinaliza, que: “Muitas pessoas vivem com o vírus do HIV e não sabem, o diagnóstico favorece o tratamento imediato e o grande objetivo é que essa pessoa tenha adesão e acesso para que chegue a uma carga viral indetectável, além disso é um momento de reflexão sobre os estigmas que a doença carrega, onde não cabe mais o preconceito e alertar a população sobre as formas de prevenção do vírus”, explica a enfermeira.

 

Durante a campanha, também serão realizados testes rápidos de sífilis e hepatites, distribuição de preservativos, ações educativas e de prevenção em todas as Unidades de Saúde da Família, para sensibilizar a população sobre as medidas de cuidado, assistência e proteção dos direitos das pessoas infectadas com o HIV. Diz a Enfermeira Coordenadora da Atenção Básica Ediene Coutinho. Afirma também que, as testagens seguem nos atendimentos de rotina em todas as Unidades de Saúde da Família do município.

 



Autor: ASCOM